circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Notícias > Korman Arquitetos explica como projetar um quarto feminino cheio de estilo e funcionalidade
14/08/2020

Korman Arquitetos explica como projetar um quarto feminino cheio de estilo e funcionalidade

As arquitetas Ieda e Carina Korman enumeram o que é preciso levar em conta antes de projetar armários, penteadeira e até um espaço de home office para o dormitório

Korman Arquitetos explica como projetar um quarto feminino cheio de estilo e funcionalidade


No loft projetado para a moradora, a arquiteta Carina Korman produziu um quarto feminino que foge do tradicional. Na sutileza do ambiente, paredes com tijolinho branco, teto de concreto e dutos de iluminação aparente | Foto: JP Image


Um quarto bem planejado para uma mulher vai além de trazer uma paleta de tons pastel ou uma atmosfera romântica, como muitos acreditam. O ambiente precisa ser bem pensado para atender diferentes gostos, como um espaço para os cuidados pessoais de skincare e maquiagem, um armário bem dimensionado para armazenar as roupas e acessórios e outras demandas que respondam ao seu universo de vida e estilo.

As arquitetas Ieda e Carina Korman, à frente do escritório Korman Arquitetos, trazem dicas para ajudar a criar um quarto bem pensado para as necessidades femininas.

Cantinho do skincare e maquiagem

O layout do ambiente deve ser pensado como qualquer outro dormitório, priorizando a circulação ao redor da cama e valorizando a área de armazenamento para incluir um espaço exclusivo para as clientes que apreciam realizar os cuidados com a pele e make up. “Esse cantinho no projeto costuma ser um sonho de consumo, desde adolescentes até mulheres na idade adulta. Além da concepção de um móvel para a organização dos itens pessoais, o projeto deve incluir uma iluminação diferenciada, além de um bom espelho”, revela Ieda Korman.

A disposição da luz, bem como a escolha da lâmpada certa, faz toda a diferença no resultado da maquiagem. Por isso, as arquitetas sugerem utilizar lâmpadas na parte superior e ao redor do espelho de forma a evitar sombras e iluminar bem o rosto da moradora. “Além disso, a opção pela luz branca, que mais se assemelha à natural, é a ideal para esse propósito”, adiciona Ieda.

Quanto à organização, elas indicam apostar em gavetas com nichos para separar os tipos de produtos, ou até mesmo acessórios de organização, como cestinhas e pequenos gaveteiros que ajudam a deixar tudo em ordem. O mesmo vale para dispor os colares, pulseiras e outros acessórios que podem ser colocados em gavetas com divisórias ou em caixas organizadoras. “Vale lembrar que gavetas para acessórios ou maquiagens não precisam de uma grande altura, o que ajuda a poupar centímetros preciosos na marcenaria”, complementa Carina.

Área de trabalho no quarto

Seja uma escrivaninha ou aproveitando a mesma bancada da penteadeira, alguns pontos requerem atenção para quem busca incluir o home office no dormitório. A bancada precisa se adequar às medidas da moradora – considerando que a estatura média da mulher brasileira é de 1,60m, a mesa deve apresentar uma altura de 0,65m.

A cadeira também precisa ser confortável, com encosto que abraça todas as costas, ajuste de altura e, se possível, com ergonomia para os braços. “Quando a penteadeira faz as vezes de bancada de trabalho, a cadeira deve ser adequada prioritariamente ao tempo que será computado para atividades profissionais. Sempre digo que não se deve levar em conta apenas a beleza da peça, mas sim os atributos que contribuam para a saúde da mulher”, afirma Carina.

Armário bem planejado

O armário ou closet feminino registra particularidades na sua concepção. Além das roupas que se assemelham às masculinas (como calças e blusas), as mulheres possuem vestidos – desde os longos, até os mais curtos –, bolsas, sapatos de salto alto e cano longo e echarpes, entre outras peças tão particulares que não permitem planejar de forma padronizada.

Por isso, o primeiro passo antes de iniciar o projeto de marcenaria é conhecer o perfil da moradora, fazer um levantamento das peças e os seus hábitos de consumo. “Não adianta prever um armário de vestidos longos se a mulher não está habituada a utilizar esse tipo de peça”, relativiza Ieda.

O mesmo vale para quantidade de bolsa e altura de sapatos. “Costumamos desenhar nichos em diferentes alturas para encaixar bolsas e sapatos. Para a sapateira, por exemplo, não é preciso uma grande profundidade, se comparado com o armazenamento de roupas e bolsas”, detalha.

Funcionalidade dentro dos costumes da cliente são os segredos para um armário/closet que atenda suas expectativas. “De nada adianta colocar todas as blusas dobradas em gavetas se ela prefere que as peças estejam penduradas para melhor visualização”, defende Carina.

Algumas regrinhas para não errar no dimensionamento do closet:
  • A profundidade do armário para cabides deve ser de pelo menos 0,55m (sem contar as portas);
  • 75cm para o calceiro; 90 a 110cm para camisas, blusas e jaquetas; 120cm para saias e casacos; 140 a 160cm para casacos e vestidos longos;
  • Para gavetas, as arquitetas indicam que não ultrapassem 50cm de altura para que não fiquem muito pesadas. O mais usual é que tenham de altura: de 10 a 12 cm para bijuterias e acessórios; 10 a 15 cm para lingeries; 18 cm para camisetas e de 35 a 45 cm para blusas e roupas de lã. Lembrando que para acomodar roupas as gavetas precisam de, ao menos, 25 cm de largura.

  • Mesa de cabeceira

    A mesa de cabeceira também deve ser adequada aos hábitos da mulher. Por exemplo, para quem aprecia a leitura antes de dormir é essencial a instalação de uma luminária, um abajur ou um pendente ao lado da cama. Outra questão a ser avaliada diz respeito a ter – ou não –, gavetas no móvel. “Podemos substituir os gaveteiros por mesas laterais garantindo o apoio e proporcionando mais leveza ao projeto”, conta Carina.

    Decoração fora do comum

    A cômoda rosa trouxe um toque feminino para o ambiente, que ganhou um frigobar retrô, em tom pastel, para completar a composição | Foto: JP Image
    A cômoda rosa trouxe um toque feminino para o ambiente, que ganhou um frigobar retrô, em tom pastel, para completar a composição | Foto: JP Image


    Para a decoração, deve-se estudar aquilo que é mais adequado à personalidade da moradora, pois o projeto deve propiciar que ela se sinta inteiramente à vontade seu refúgio particular. “É comum pensarmos em tons pastel e a paleta de rosa, assim como estampas de renda ou flores para o dormitório. Todavia, o mais importante é que as escolhas sejam um reflexo dos gostos que refletem a moradora e que, sobretudo, se respondam às necessidades de sua vida”, finaliza Carina.

    Sobre a Korman Arquitetos
    Com mais de 35 anos de história nos segmentos residencial, corporativo e comercial, o escritório conta com diferentes gerações no comando dos projetos personalizados e exclusivos realizados no Brasil e exterior. Carina se juntou aos pais, Silvio e Ieda, para juntos darem forma a trabalhos criativos com uma linguagem moderna e atemporal, assinando reformas dos mais variados estilos e concebendo espaços do zero, passando pelo acompanhamento da obra até a finalização da decoração. Com participações nas principais mostras de decoração, como CASACOR, o trio já teve projetos evidenciados nas principais publicações da área.

    Korman Arquitetos
    Rua Groenlândia, 1877, Jardim América, São Paulo
    Tel.: (11) 3060-8313
    http://www.kormanarquitetos.com.br



    Fonte:






    Comente



    Compartilhe:
    
    



    Video da Semana

    VEJA MAIS VIDEOS




    Eletrônicos

    Ferramentas














    Guia Construir e Reformar
    Guia Construir e Reformar 2007-2020 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
    Normas de Uso - Política de Privacidade