circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Notícias > Vidro não é tudo igual
13/07/2021

Vidro não é tudo igual

Para cada aplicação, um tipo de produto

Vidro não é tudo igual


Vidro Habitat Neutro Incolor - Fotógrafo Leonardo Finotti


Engana-se quem pensa que vidro é tudo igual. Com a evolução tecnológica deste material, hoje em dia é possível ter vidro para vários tipos de aplicação, cada um com um desempenho e função específicos para o objetivo do projeto.

Conheça abaixo alguns dos tipos de vidros mais usados no mercado:

Vidro de proteção solar

Os vidros de proteção solar podem ser usados em obras comerciais ou residenciais e são feitos por meio de nanotecnologia. A chapa de vidro recebe em sua superfície uma “tatuagem”, que são óxidos metálicos. Depois desse processo, o vidro se torna capaz de controlar a luz e a entrada de calor.

A Cebrace, pioneira na fabricação dessa tecnologia, oferece linhas diferentes para cada projeto: Cebrace Cool Lite para obras comerciais e Habitat by Cebrace para obras residenciais. Segundo a fabricante, esses vidros têm como principal função reduzir a entrada de calor no ambiente, colaborar na redução do consumo de energia e bloquear quase 100% dos raios UV se forem usados laminados. “Ou seja, em um país como o Brasil, com alta incidência solar, é possível criar projetos de vidro com espaços agradáveis, que não virem uma estufa”, completa Mônica Caparroz.

A aparência desses vidros pode ser refletiva (espelhada) ou neutra (transparente). Os vidros refletivos são ideais para quem busca privacidade, já que ele diminuiu a visão de fora para dentro do ambiente. Já os vidros neutros são ideais para quem busca integração entre ambientes. Ambos são encontrados em diferentes cores.

Extra Clear

O Cebrace Extra Clear é um dos vidros mais transparentes encontrados no mercado. Diferente do vidro comum, ele não apresenta o tom esverdeado presente na borda, sendo um material extremamente claro. Ele é muito usado na arquitetura, conferindo requinte e sofisticação aos projetos contemporâneos para valorizar acessórios na cor preta ou em outras cores, além de valorizar a transparência de uma forma mais clean e elegante.

Sustentabilidade sem abrir mão do design

Vidros como os da linha Habitat também são indicados para quem busca por casas mais sustentáveis. Um exemplo disso é o bangalô de luxo do Felíssimo Exclusive Hotel, em Balneário Camboriú (SC), chamado de “Casa Verde”.

A suíte de 120m² é totalmente sustentável, com projeto arquitetônico assinado por Jobim Carlevaro, enquanto o de interiores leva a marca de ninguém menos que Jader Almeida.

O hotel investiu em aliar conforto e tecnologia, o que levou à escolha dos vidros de proteção solar Habitat na fachada. O vidro foi aplicado em grandes vãos para colaborar no conforto térmico e na eficiência energética.

A proposta de um design transparente e integrado com o entorno foi mantida pelo arquiteto com a aplicação do Habitat Neutro incolor, que apresenta a tecnologia de proteção solar, mas sem cor ou aspecto espelhado.

Usados na versão laminada, os vidros ainda oferecem redução de 99,6% dos raios UV, além de mais segurança ao local, uma vez que, em caso de quebra, evitam o devassamento do vão e os cacos ficariam retidos na película.



Fonte:






Comente



Compartilhe:





Video da Semana

VEJA MAIS VIDEOS




Eletrônicos

Ferramentas














Guia Construir e Reformar
Guia Construir e Reformar 2007-2021 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de Uso - Política de Privacidade