circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Grandes Obras e Arquitetos > Cidade Proibida

Cidade Proibida

Cidade Proibida


A Cidade Proibida, foi o Palácio Imperial da China desde meados da Dinastia Ming até ao fim da Dinastia Qing. Fica localizada no centro da antiga cidade de Pequim, acolhendo actualmente o "Palácio Museu". Durante quase cinco séculos serviu como residência do Imperador e do seu pessoal doméstico, sendo o centro cerimonial e político do governo chinês.

O título de Cidade Proibida surgiu pelo facto de somente o imperador, sua família e empregados especiais tinham a permissão para entrar no conjunto de prédios do palácio. Trata-se de uma cidade dentro de outra cidade. Sede de um governo burocrático que comandou o império mais populoso da Terra, ela é o maior palácio do planeta, cujos rumores sempre apontavam a existência de 9.999 divisões. Durante séculos, apenas a família do imperador, além dos oficiais e empregados mais graduados tinham permissão de entrar no local. Qualquer outra pessoa que ousasse atravessar seus portões sem a devida autorização, era sujeita a uma execução sumária e dolorosa.

Construído entre 1406 e 1420, o complexo consiste em 980 edifícios sobreviventes, com 8.707 secções de salas e cobre 720.000 metros quadrados. O complexo exemplifica a arquitectura palaciana tradicional chinesa, tendo exercido influências culturais e arquitectónicas desenvolidas na Ásia Oriental e um pouco por todo o lado. A Cidade Proibida foi declarada Património Mundial da Humanidade em 1987, estando listado pela UNESCO como a maior colecção de antigas estruturas de madeira preservadas no mundo.

No século XX, a Cidade Proibida sofreu uma transformação extraordinária. O século começou com o fim de uma dinastia e a expulsão do último imperador, Puyi. A sua queda, em 1912, marcou o fim de séculos de imperialismo e 500 anos da Cidade Proibida como capital do Império Chinês. O palácio foi aberto como museu em 1925, mas sofreu com a ofensiva japonesa em 1931, quando cerca de 19 mil caixas contendo artefatos foram retiradas da Cidade Proibida. Os objectos voltaram a Pequim após a Segunda Guerra Mundial, mas o palácio estava totalmente degradado. O trabalho de recuperação começou em 1950. Notáveis e inesperadas descobertas ainda estão sendo feitas à medida que técnicas antigas são combinadas com a tecnologia moderna para restaurar um dos palácios mais magníficos da Terra.

O filme "O Último Imperador" foi o primeiro a receber autorização do governo chinês para filmar na Cidade Proibida e retrata, entre outras coisas, a cerimónia de nomeação do Imperador e a vida na Cidade Proibida.

Os imperadores chineses faziam grandes festas na Cidade Proibida, sendo consagrados pela multidão que ficava do lado de fora. Reuniam um milhão de pessoas quase todas as ultimas noites de cada mês.


China








Video da Semana

VEJA MAIS VIDEOS




Eletrônicos

Ferramentas





Guia Construir e Reformar
Guia Construir e Reformar 2007-2019 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de Uso - Política de Privacidade